Município é contemplado com mais uma escola e um ônibus

Publicado: 25/05/2014 às 17:21:56

 

 A boa notícia foi recebida na última semana

O município de Balneário Arroio do Silva recebeu duas boas notícias nesta semana. A cidade receberá o investimento, junto ao FNDE, para a construção de mais uma escola municipal, desta vez, na comunidade da Praia da Meta, lado norte do balneário. Um investimento de aproximadamente um milhão de reais. O recurso foi liberado através do deputado Federal Pedro Uczai.

Já a outra boa notícia é a conquista, ainda, de mais um ônibus através do Programa Caminho da Escola. A conquista do transporte escolar foi por intermédio do deputado federal Pedro Uczai.

“Estamos muito felizes com as notícias. As duas conquistas vão contribuir, e muito, para reforçar a área da educação do nosso município. Com isso, vamos atender a comunidade cada vez mais e melhor”, destacou o prefeito Evandro Scaini.

Ambas as solicitações tiveram a intervenção e o apoio do vereador do Arroio do Silva José Luiz Oliveira.

 Mais emendas à caminho

 Através de solicitação dos vereadores Enedir da Silva, Maristane Silveira Barbosa e Dionei de Souza Teixeira, mais uma emenda do deputado estadual José Nei Ascari no valor de R$250mil está para ser liberada. O recurso será investido em pavimentações no município.

Ver notícia

Outras Notícias

REFIS ENCERRA NA PROXIMA SEMANA

REFIS ENCERRA NA PROXIMA SEMANA

09/09/2014 às 23:31:00

  Oportunidade de negociar dívida ativa prossegue até o dia 17 de setembro Aos contribuintes que desejam quitar a dívida ativa e ficar em dia com o IPTU e outros tributos, têm ainda oportunidade de aderir ao Programa de Recuperação Fiscal (REFIS), em Balneário Arroio do Silva. O programa que oferece descontos de juros e multas encerra na próxima semana, dia 17 de setembro. Enquanto isso, os contribuintes podem aderir ao programa comparecendo no setor de tributos localizado na prefeitura, das 12h às 18h. O REFIS oportuniza descontos de juros e multas que variam entre 100%, para pagamento em parcela única, até a anistia de 50% dos juros e multas para os contribuintes que optarem pelo pagamento em até 20 parcelas mensais. Lembrando que a adesão do parcelamento e aos benefícios programa está condicionada a regularização dos impostos do exercício de 2014.  Benefícios do Refis:  - Desconto de 100% dos juros e multas ao contribuinte que optar pelo pagamento em parcela única no ato e/ou 30 dias;   - Desconto de 90% dos juros e multas para quem optar pelo pagamento em até 4 parcelas mensais;   - Desconto de 80% dos juros e multas para quem optar pelo pagamento em até 8 parcelas.   - Desconto de 70% dos juros e multas para quem optar pelo pagamento em até 12 parcelas;   - Desconto de 60% dos juros e multas para quem optar pelo pagamento em até 16 parcelas;   - Desconto de 50% dos juros e multas para quem optar pelo pagamento em até 20 parcelas;

Regulamentação da ampliação do Simples Nacional sai nesta segunda-feira

09/09/2014 às 11:00:23

Nesta segunda-feira (8), O Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN) publicou no "Diário Oficial da União" parte da regulamentação da "universalização" do Simples Nacional, por meio da resolução 115. O governo lembra que as alterações só têm validade a partir de 2015 e que o restante da regulamentação sai até o final deste ano. O critério geral para aderir ao Simples passará a ser o faturamento das empresas, que pode chegar a até R$ 3,6 milhões por ano. Com isso mais de 140 atividades que não estão contempladas poderão aderir ao Simples Nacional no próximo ano. "Para ser do Simples, a empresa passa a ser vista pelo porte, e não pela atividade. Aumenta o potencial de criação e formalização de empresas", explicou o ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, em agosto deste ano na cerimônia de sanção da nova lei. De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Simples pode gerar uma economia de até 40% no pagamento de tributos para as empresas. A opção de empresas dos novos setores ora autorizados (novas e já existentes) poderá ser feita a partir de janeiro de 2015. "Para a empresa que contrata MEI [microempreendedor individual] para prestar serviços diferentes de hidráulica, eletricidade, pintura, alvenaria, carpintaria e de manutenção ou reparo de veículos, extinguiu-se a obrigação de registro na GFIP e recolhimento da cota patronal de 20%. Todavia, quando houver os elementos da relação de emprego, o MEI deverá ser considerado empregado para todos os efeitos. Adicionalmente, a LC 123/2006 estabelece que o MEI, a ME e a EPP não podem prestar serviços na modalidade de cessão de mão de obra", informou o Comitê Gestor do Simples. Substituição triburária e limite extra para exportações A nova lei do Simples Nacional disciplina a substituição tributária para os pequenos negócios, isentando algumas atividades. Atualmente, as secretarias da Fazenda dos estados cobram antecipadamente o ICMS dos produtos adquiridos pelos empreendedores. Isso significa que o empresário paga esse tributo antes mesmo de saber se venderá as mercadorias, explicou o Sebrae. A vigência das alterações na substituição tributária, porém, foi estabelecida somente para 2016. Dentre os beneficiados pelo fim da substituição tributária estão os pequenos negócios dos segmentos de vestuário e confecções, móveis, couro e calçados, brinquedos, decoração, cama e mesa, produtos óticos, implementos agrícolas, instrumentos musicais, artigos esportivos, alimentos, papelaria, materiais de construção, olarias e bebidas não alcoólicas.  Fonte: G1

Escolas de Florianópolis recebem o Projeto Educa Samu

09/09/2014 às 10:46:37

  09/09/2014 O Projeto Educa Samu, realizado há dois anos em Santa Catarina por meio de uma parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), será apresentado em duas escolas de Florianópolis nesta semana. O objetivo é levar informação às crianças e aos jovens referentes ao trabalho executado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e também orientar sobre os trotes que dificultam e prejudicam as ações de socorro à população. Na quarta-feira, 10, o Projeto Educa Samu estará na Escolinha de Futebol do Avaí Futebol Clube, quando haverá uma palestra para os alunos da entidade. Já nos dias 11 e 12, os educadores do projeto estarão no Colégio Aplicação, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). No mês de julho, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu/192) recebeu mais de 75 mil ligações, maior número registrado este ano. Os trotes representam 11% desse total. Segundo a SPDM, o início das atividades escolares demonstra o aumento dessas ocorrências, pois os índices sobem consideravelmente. Já chegou a 22%, o que significa perda de tempo e prejuízo ao atendimento de pessoas que realmente necessitam de ajuda. Com a implantação do Educa Samu, atuando principalmente nas escolas e por meio da distribuição de folderes e cartilhas, os trotes diminuíram. O projeto está presente em todas as regiões do estado por meio de profissionais educadores que levam até as escolas, instituições de saúde e comunidades informações importantes, como quando chamar o Samu e as consequências dos trotes. A visita de um educador pode ser solicitada por e-mail (veja lista de contatos abaixo). Saiba quando chamar o Samu 1. Na ocorrência de problemas cardiorrespiratórios; 2. Em casos de intoxicação por agentes externos; 3. Queimaduras graves; 4. Maus tratos; 5. Em trabalhos de parto quando houver risco de morta da mãe ou do feto; 6. Tentativas de suicídio; 7. Crises hipertensas; 8. Em casos de desmaios; 9. Quando houver acidentes/traumas com vítimas; 10. Afogamentos; 11. Choque elétrico; 12. Acidentes com produtos perigosos; 13. Na transferência inter-hospitalar de doentes com risco de morte.   Contatos para agendamento de palestras CR Florianópolis: Fernanda Martins -  fernanda.martinssc@spdm-pais.org.br CR Balneário Camboriú: Tatiana Cruz -  tatiana.cruzsc@spdm-pais.org.br CR Blumenau: Olga Bernardi -  olga.bernardisc@spdm-pais.org.br CR Joinville: Joseane Fontana -   joseane.fontanasc@spdm-pais.org.br CR Lages: Janaína Cruz -  janaina.cruzsc@spdm-pais.org.br CR Joaçaba: Ester Aguiar -  ester.aguiarsc@spdm-pais.org.br CR Chapecó: Jaqueline Basei -   jaqueline.baseisc@spdm-pais.org.br CR Criciúma: Ludmila Santos - ludmila.santossc@spdm-pais.org.br 

Saúde recomenda vacinação contra o HPV para meninas de 11 a 13 anos

03/09/2014 às 21:26:44

03/09/2014 A Superintendência de Vigilância em Saúde, por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE), informa que a vacina contra o HPV continua disponível em todo o Estado. As meninas entre 11 a 13 anos, que já tomaram a primeira dose em março (há seis meses), podem receber a segunda dose da vacina. Aquelas que ainda não se vacinaram devem procurar uma unidade de saúde e iniciar o esquema de imunização. A vacina está disponível nos postos de saúde e cada município está definindo as estratégias de vacinação nas escolas. “Recebendo a segunda dose, seis meses após a primeira, a menina já apresenta imunidade contra os quatro principais tipos de vírus HPV causadores do câncer de útero. Daqui a cinco anos será aplicado um reforço, para prorrogar essa imunidade”, explica a gerente de Vigilância das Doenças Imunopreveníveis e Imunização da DIVE, Vanessa Vieira da Silva. Para receber as doses, basta apresentar a carteira de vacinação ou o documento de identificação. As meninas que receberam a primeira dose aos 13 anos e que já completaram 14 anos podem tomar a segunda dose. Aquelas que completarem 11 anos devem tomar a primeira dose da vacina. “Precisamos garantir uma alta cobertura vacinal na aplicação da segunda dose para que as meninas fiquem protegidas até tomarem a terceira dose, que será aplicada cinco anos após a primeira”, ressalta a gerente. Santa Catarina vacinou, de março a julho, 141.133 meninas, o que corresponde a uma cobertura vacinal de 95%. As coberturas alcançadas para as idades de 11, 12 e 13 anos foram, respectivamente, 86,83%, 87,95% e 112,66%. Câncer de colo do útero O HPV é um vírus que apresenta mais de 150 tipos diferentes. A vacina distribuída pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é do tipo quadrivalente, que protege contra quatro tipos do HPV (6, 11, 16 e 18). Os vírus HPV 16 e 18 são responsáveis por cerca de 70% dos casos de câncer de colo do útero. No Brasil, esse câncer é o segundo tipo mais frequente entre mulheres, causando 4,8 mil mortes por ano. Em 2012, foi a sexta causa de morte entre as mulheres catarinenses. A previsão de incidência deste tipo de câncer para 2014, no Brasil, é de 15 mil novos casos, dos quais 480 em Santa Catarina. Apesar da alta incidência, o câncer de colo do útero pode ser prevenido por meio da vacinação, do uso do preservativo e da realização do exame preventivo (Papanicolau). O Ministério da Saúde recomenda que o exame Papanicolau seja realizado regularmente a partir dos 25 anos de idade.
Saúde promove campanha para reduzir taxa de infecção hospitalar em suas unidades

Saúde promove campanha para reduzir taxa de infecção hospitalar em suas unidades

03/09/2014 às 21:25:06

  03/09/2014 A Superintendência dos Hospitais Públicos (SUH) está promovendo uma campanha de conscientização em todas as unidades administradas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) sobre a importância da higienização das mãos como principal forma de diminuir o índice e estabelecer um controle mais eficaz da infecção hospitalar. Para isso, distribuirá camisetas aos funcionários dos hospitais que atuam diretamente com pacientes contendo mensagens referentes ao tema. A ação, que começa a partir desta quarta-feira, 3, com a distribuição das camisetas, também conta com parceria da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) e do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) da SES. “A lavagem das mãos é a medida de biosegurança considerada mais importante, e a realização frequente desse procedimento não só diminui como também evita a transmissão de microrganismos do profissional de saúde para o paciente que está sendo diretamente assistido”, explica Marilene Adenide Machado, representante do SCIH e CCIH na Secretaria. A higiene das mãos, segundo Marilene, também é responsável pela redução da ocorrência de infecções em todo ambiente do serviço de saúde, principalmente nas unidades hospitalares.

Vem aí o “Setembro Primavera Cultural”

25/08/2014 às 10:08:28

CULTURA Vem aí o “Setembro Primavera Cultural” Araranguá A Prefeitura de Araranguá, através da Subsecretaria Municipal de Cultura está preparando para o próximo mês, a primeira edição da primavera Cultural, uma verdadeira maratona cultural para a cidade. No calendário anual, o evento substitui o Agosto Cultural A Primavera Cultural começará dia 03 de setembro e se estenderá até dia 27 do mesmo mês. Serão 24 dias ininterruptos de eventos culturais gratuitos para a população. Entre as manifestações culturais previstas estão feira do livro, teatro, shows musicais, espetáculos de dança, oficinas culturais, desfiles, encontro de corais e muito mais. A programação completa contendo datas, horários locas dos eventos que acontecerão na Primavera Cultural 2013 será divulgada em breve no site da prefeitura de Araranguá (www.ararangua.sc.gov.br) e nos veículos de comunicação da cidade e região. Atrações da programação: Para a realização da Primavera Cultural 2014, à Secretaria Municipal de Cultura promoveu uma série de reuniões visando debater, mobilizar e qualificar a programação: Este evento vai iniciar no dia 03 de setembro com a divulgação das atividades na sessão da Câmara de Vereadores. Depois estão previstas atrações como o Sarau Cultural, Criança Dança e Encanta; à Noite dos Diferentes (ambos no Teatro Municipal Professora Célia Belizária de Souza); à Semana da Cultura Açoriana; o workshop de dança açoriana com a participação do Grupo Açor Sul, do município de Sombrio; Noite Gospel, à Feira do Livro; Banda de Garagem; à Caravana Cultural;o Lual em Ilhas. A programação vai encerrar no dia 27 de setembro com o tradicional Encontro de Corais, que é promovido em parceria com a Associação dos Corais de Araranguá. “Enfim, a programação prevê uma série de atrações. Tudo foi planejado a fim de mobilizar diferentes faixas etárias, atrair o interesse da comunidade, resgatar nossas raízes, além de valorizar o talento e a cultura local”, destaca o subsecretário municipal de Cultura Jair Anastácio. Ele também responde pela Subsecretaria de Turismo de Araranguá. Feira do Livro e Dia Mais Segundo Jair, a Primavera Cultural estará resgatando a realização da Feira do Livro, exposição cuja realização está prevista para ocorrer entre os dias 07 e 14 de setembro, na Praça Hercílio Luz. Outra atração será o Dia Mais Açoriano, atividade que acontece no dia 13 de setembro, segundo sábado do mês, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Aaranguá. Já no dia 7 de setembro, domingo, a partir das 9h, estará ocorrendo o tradicional Desfile Cívico alusivo à Independência do Brasil. Este evento é realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e integra a programação do Setembro Cultural.